Social Icons

terça-feira, 22 de janeiro de 2019

MARANHÃO: "ME CHAMOU DE VIADO, POR ISSO, ATIREI NELE, MAS FOI SEM QUERER", DECLARA O HOMOSSEXUAL "ANGELINA POPOVI"

Blog do Alex Ramos
O homicídio teria sido motivado por homofobia, uma vez que o autor confesso identificado por Antônio Geovane Alves, 26 anos, quando estava fazendo uma faxina na residência do filho de Valdir Cigano, teria sido chamado de “viado”, ao se sentir ofendido, o suspeito que também é conhecido na noite como “Angelina Popovi” encontrou uma pistola e ao tentar intimidar Thiago Alves de Carvalho, “o Sadrak”, o atingiu com um único, porém fatal tiro na testa. O suspeito afirma que o tiro foi acidental. “Ele me chamou de viado, me chutou, por isso atirei nele, mas foi sem querer”, afirma Angelina.

“Angelina Popovi” reside em Cantanhede, trabalha como diarista na cidade de Pirapemas. A prisão foi realizada pela PM do município que fez condução do mesmo até a delegacia Regional de Itapecurú-Mirim, para os transmites legais.

O crime foi registrado na manhã desta última segunda-feira (21).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
 
Luzimar Rodrigues