Social Icons

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

HOMEM QUE MATOU EX-MULHER GRÁVIDA A FACADAS É CONDENADO A 39 ANOS DE PRISÃO

Blog do Alex Ramos
julgamento de um dos feminicídios mais cruéis da história do Distrito Federal terminou com a condenação do acusado, Josias Sacramento dos Santos, a 39 anos e 8 meses de prisão. O homem, de 42 anos, respondeu pelo assassinato da ex-mulher, Simone de Sousa Lima, 25, morta a facadas em setembro de 2018, em Santa Maria.
Além da condenação por hominicídio quadruplamente qualificado (feminicídio sendo uma das qualificadoras), Josias também vai cumprir pena pelo crime de aborto sem o consentimento da gestante. Simone estava grávida de dois meses quando ele a matou.
A decisão do caso foi definida pelo Tribunal do Júri de Santa Maria. Os jurados aceitaram as qualificações dos crimes apresentadas pela promotoria. Foram elas: feminicídio, motivo torpe, meio cruel e uso de recurso que dificultou a defesa da vítima.
A promotoria ainda apontou que o crime foi motivado por sentimento de posse, pelo fato de o homem não ter aceitado que a mulher planejava ter um emprego. O julgamento ocorreu em 30 de janeiro.

Relembre o caso

Josias Sacramento dos Santos foi acusado de ter matado a ex-companheira Simone de Souza Lima com sete facadas. Ele cometeu o crime em setembro de 2018 dentro da quitinete em que vivia, na Quadra 517 de Santa Maria, e depois fugiu. 

As investigações do caso foram conduzidas pela 33ª Delegacia de Polícia (Santa Maria). À época, os policiais encontraram vestígios de uso de cocaína e um teste de gravidez com resultado positivo em um móvel no quarto em que ela morreu.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
 
Luzimar Rodrigues