Social Icons

domingo, 5 de julho de 2020

Suicídio de galã faz TV excluir cenas e escalar substituto

Blog do Alex Ramos
A novela Amar Demais, do canal português TVI, começou a ser gravada em janeiro. Dois meses depois o trabalho foi interrompido em consequência da pandemia de covid-19. No início de junho, os atores voltaram aos estúdios. Após poucos dias da retomada, o ator Pedro Lima foi encontrado morto em uma praia.

A perícia apontou que ele fez cortes em seu pescoço e no abdômen antes de cair ou se jogar no mar. O veterano galã, de 49 anos, enfrentava severa depressão. Havia iniciado tratamento psiquiátrico. O quadro emocional se agravou com a instabilidade financeira dos últimos tempos e o medo confessado a amigos de falhar no sustento dos cinco filhos.

Com a morte repentina de um dos principais nomes do elenco de Amar Demais, a direção da TVI tomou decisão radical: jogar fora todas as cenas gravadas por Pedro Lima e refazer tudo com outro ator. O escolhido para a missão foi Ricardo Carriço, coincidentemente o artista responsável por levar o então atleta e modelo Pedro Lima para a televisão, no final da década de 1990. Os dois foram amigos por quase 30 anos.

"Este novo papel vem carregado de responsabilidade e emoção", escreveu  Carriço no Instagram. "É a melhor homenagem que lhe posso prestar." Celebridades portuguesas se uniram para ajudar a viúva de Pedro Lima, a ceramista Anna Westerlund, e os filhos do casal, com idades entre 3 e 21 anos. Muitos famosos compraram peças fabricadas pela artista a fim de colaborar com as finanças da família.

Do Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
 
Luzimar Rodrigues