Social Icons

segunda-feira, 10 de agosto de 2020

Pazuello nocauteia Mandetta: “Dizia para o povo ficar em casa até sentir falta de ar. Matamos quantos com isso?”

Blog do Alex Ramos

Discreto e certeiro …

Eduardo Pazuello, ministro interino da Saúde, falou sobre o tratamento precoce do vírus chinês, medida que nunca foi aplicada durante a gestão de Luiz Henrique Mandetta na pasta.
“No início, a população foi orientada a permanecer em casa mesmo com os sintomas da Covid. E era para ficar em casa até sentir falta de ar. E, quando você tivesse falta de ar, ainda diziam para segurar mais um pouquinho. Matamos quantas pessoas com isso?”, questionou o general.
"Loucura.  O porcentual de morte sobe para 70% ou 80%. E isso não está dito em lugar nenhum, principalmente por quem agora nos critica”, continuou.
Ao ser questionado pela reportagem se estava se referindo ao ex-ministro Mandetta, ele disparou:
“Ele imaginava que a melhor coisa era ficar em casa até passar mal. Não vou dizer que ele estava errado ou que teve dolo. Na época era o que tinha de certo. Isso é a curva de aprendizagem. É uma doença nova, o Ministério da Saúde não tinha conhecimento do tratamento precoce, dos medicamentos que davam certo ou não e sobre quais medidas preventivas funcionavam”.
“Ele fez um protocolo, e isso teve de ser modificado. Agora é tratamento imediato, nada de ficar em casa doente. E o diagnóstico é do médico, não do teste”, finalizou.
Do Diário do Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
 
Luzimar Rodrigues