Social Icons

domingo, 24 de setembro de 2023

São Paulo segura o Flamengo e é campeão da Copa do Brasil pela primeira vez

 Blog do Alex Ramos 

O São Paulo é campeão da Copa do Brasil 2023. A espera para a conquista inédita do tricolor paulista terminou hoje (24), com o empate por 1 a 1 com o Flamengo. Uma tarde inesquecível no Morumbi.

O Flamengo abriu o placar com Bruno Henrique, mas Rodrigo Nestor empatou ainda nos acréscimos do primeiro tempo, amenizando a pressão que o rubro-negro trouxe após largar na frente.

Para ficar com o título, o time de Dorival Júnior se valeu da vantagem na primeira partida, quando ganhou no Maracanã por 1 a 0 — gol de Calleri. Dorival, inclusive, conquistou o troféu pelo segundo ano consecutivo, já que ano passado ganhou a Copa do Brasil pelo próprio Flamengo.

O título vale muito porque coroa o retorno de Lucas Moura ao São Paulo. Ele tinha conquistado o título anterior mais relevante do clube, a Sul-Americana 2012.

Para o Flamengo, este é o sexto título perdido na temporada, o segundo sob o comando de Jorge Sampaoli. Só resta o Brasileirão em 2023, mas a conquista é improvável porque a distância para o líder Botafogo é de 11 pontos.

A vitória na final rendeu ao São Paulo a premiação de R$ 70 milhões, apenas por levar a melhor no confronto decisivo. O Fla, por outro lado, ganhou R$ 30 milhões, além do que faturou nas fases anteriores.

O herói do Morumbi

A emoção de Rodrigo Nestor na comemoração do gol de empate do São Paulo vai além da euforia por fazer um golaço em um jogo tão importante.

A finalização certeira, de primeira, após Rossi afastar um cruzamento de soco foi um recado, na bola, para um jogador formado em Cotia que conviveu com doses de desconfiança e respondeu na bola. Curiosamente, Nestor tem 23 anos e nasceu naquele mesmo ano 2000, quando o São Paulo perdeu a final da Copa do Brasil para o Cruzeiro.

"Eu amo vocês", gritou Nestor para a torcida após ser abraçado pelos companheiros. Logo ele, que ganhou funções novas com Dorival Júnior, atuando na faixa esquerda do meio-campo, e, de certa forma, se reinventou.

Fonte: UOL 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
 
Luzimar Rodrigues