Social Icons

sexta-feira, 1 de março de 2019

SUSPEITOS DA MORTE DE "BELO" SÃO PRESOS

Blog do Alex Ramos
divulgação
A Polícia Civil de Barra do Corda, coordenada pelo Deleg Regional Renilto Ferreira e Deleg Marcondes Sousa, juntamente da equipe de capturas, prendeu na tarde de ontem, quinta-feira, 28, dois suspeitos da morte do mototaxista FRANCISCO DE ASSIS DE ANDRADE, conhecido como "BELO", crime esse ocorrido na madrugada de quarta feira dia 20/02/19, tendo o corpo da vítima sido encontrado no dia 22/02/19, última sexta-feira.

Após o corpo ser encontrado o delegado responsável pela área onde o crime ocorreu, Dr Marcondes Sousa, início os trabalhos de investigações, tomando todas as providências E diligências necessárias,  especial o acionamento do IML de Imperatriz para remoção do corpo e perícias necessárias e procedendo as primeiras oitivas e entrevistas importantes.

Destacamos a grande ajuda em traçar as linhas de investigações os trabalhos prestados pelo serviço de inteligência da Polícia Militar e as atuações do chefe da guarda municipal, sendo que essas colaborações deram um grande norte as investigações.

Isto posto e cumprindo nosso compromisso de dar prioridade total a investigações de homicídios, na última quarta-feira determinei a suspensão de todas as atividades da delegacia regional e tanto eu Deleg Renilto como toda a minha equipe passamos a dar apoio integral a equipe do 2DP na elucidação do crime, apontar autoria e motivação e trazer uma resposta a família e a sociedade de Barra do Corda de forma rápida.

Com a união e empenho de todos, ontem por volta das 23h40min concluímos o caso, onde chegamos ao total de 04 pessoas envolvidadas diretamente nesse latrocínio contra esse mototaxista, sendo eles 01 menor de idade e 03 maiores, dentre esses os presos CLEMILTON BRITO DOS SANTOS e GISLAINE DE SOUSA SANTOS.

Esse grupo queria roubar "BELO", chegando a tomar seu celular e ainda desejavam dinheiro e a moto do mesmo, como o mototaxista não tinha dinheiro em espécie os autores resolveram assassinar o mesmo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
 
Luzimar Rodrigues