Social Icons

quinta-feira, 11 de março de 2021

Mãe é presa suspeita de queimar e matar próprio filho recém-nascido

 Blog do Alex Ramos

Polícia foi acionada por familiares da mulher, que perceberam que ela já não estava mais grávida e que também não havia bebê

A Polícia Civil investiga uma mulher de 32 anos, presa suspeita de ter queimado o próprio filho recém-nascido em Aparecida de Goiânia (GO), na Região Metropolitana da capital. A corporação foi acionada por familiares da mãe, que perceberam que ela já não estava mais grávida e que também não havia bebê. A mulher alega que o filho nasceu morto e, por isso, ela queimou o corpo em uma caixa no quintal de sua casa. As investigações apuram se o bebê ainda tinha vida no momento do crime. As informações são do portal “G1”.

A prisão da mulher, que não teve a identidade revelada pela Polícia, foi realizada nesta quarta-feira (10). Ela contou que o bebê nasceu no dia 1º de março e que tem outros dois filhos com o pai do recém-nascido, mas que os dois estão brigados há cerca de sete meses.

A delegada Bruna Coelho Soares, da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Aparecida, contou que a família da suspeita a perguntava, durante toda a gravidez, sobre sua barriga, mas ela negava estar grávida. “Quando foi agora, uma parente encontrou ela, sem barriga e sem bebê. A família descobriu e acionou a polícia. Fomos até o local e vimos o local, que estava bem carbonizado”, explicou.

A delegada afirmou que, como o bebê já havia nascido há dias, a prisão não ocorreu por flagrante de homicídio ou infanticídio, mas por ocultação de cadáver. Esse crime tem pena prevista de até três anos de detenção. Bruna Soares também explicou, porém, que a mulher será investigada “por homicídio ou infanticídio também”. “Ela não justificou nada por ter feito isso. Ela diz que o bebê nasceu morto, mas isso vai ser investigado por um exame que foi feito”, declarou.

Fonte: Fa Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
 
Luzimar Rodrigues