Social Icons

domingo, 4 de julho de 2021

Santa Rita: Pastor Moisés Gomes, morre aos 56 anos em grave acidente de moto ao cair em abismo na BR-222

 Blog do Alex Ramos

Um pastor da Igreja Cristã Evangélica de Santa Rita, distante 78 km de São Luís, morreu após cair com sua moto em um abismo na altura do km 485 da BR-222 entre os municípios de Santa Luzia do Tide e Buriticupu. A vítima, identificada como Moisés Gomes Lopes, de 56 anos, estava desaparecida desde a última quinta-feira, 1º, quando saiu em viagem para Imperatriz, onde participaria do casamento de uma filha, que seria realizado neste domingo, 4.


De acordo com os familiares, o último contato entre eles foi feito quando o pastor estava passando por Santa Luzia do Tide, distante 90 km de onde o corpo foi encontrado. Depois disso, não tiveram mais notícias dele.


Moisés Gomes viajava em uma Honda/XRE 190. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o corpo e a motocicleta se encontravam em um abismo, ocultado por mato e capim.


O corpo da vítima foi achado por um popular no início da noite deste domingo, com todos os pertences.


Segundo a PRF, a vítima estava com o capacete quebrado e o crânio fraturado, revelando que Moisés sofreu um forte impacto na cabeça. “O acidente aconteceu em uma reta. Observando situações semelhantes de acidentes é possível que a vítima tenha tentado desviar de algum veículo, de um animal, que tenha dormido, problema mecânico, distração, mal súbito, etc”, destacou a PRF em nota.


Após observar por um sistema de monitoramento eletrônico a passagem do pastor, na manhã de quinta-feira, e confirmar que ele não chegou a passar por Buriticupu, familiares e amigos passaram a fazer buscas em determinado trecho da rodovia. Ele foi localizado poucos quilômetros após o povoado Ferro Velho.


Por volta das 19h deste domingo, o corpo do pastor foi removido do local por uma funerária e levado para a cidade de Buriticupu, onde será preparado para o sepultamento.


Do imparcial

Um comentário:

  1. Não sei qual PRF que nem apareceu lá, estávamos em grupos vindos de Santa Rita e a única polícia que apareceu lá foi a Civil quando acionamos, até agora não saiu nada confirmando a causa da morte, sendo assim são precipitadas as referidas informações!
    Solicito que seja ratificada as informações prestadas sobre pena de sanções penais!

    ResponderExcluir

 
 
Luzimar Rodrigues