Social Icons

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2022

PF vai à casa de jovem que defendeu envenenamento de Bolsonaro em rede social

 Blog do Alex Ramos

A Polícia Federal (PF) esteve na manhã desta segunda-feira na casa de uma analista de sistemas de Caicó (RN) que sugeriu o envenenamento do presidente Jair Bolsonaro, que irá visitar a cidade na terça-feira. Os agentes da PF apenas conversaram com o jovem para saber o contexto da publicação, feita em uma rede social.


No domingo, Bismark Victor respondeu a uma notícia no Instagram sobre a visita de Bolsonaro com o seguinte texto: "Quem será q vai fazer o serviço de colocar veneno? Faz falta alguma. É até um serviço de bem para a sociedade".


Outro usuário questionou se ele estava cogitando envenenar o presidente, e Victor respondeu: "eu não cogito envenenar ele pq não tenho acesso, mt menos trabalho onde ele vai ter acesso nos lugares q ele vai pisar aqui em Caicó. Mas seria uma boa!".


Após a repercussão da postagem, agentes da PF estiveram nesta segunda na casa do analista de sistemas, que tem 23 anos. De acordo com o seu advogado, Navde Rafael, eles passaram cerca de cinco minutos no local e questionaram o contexto da publicação. Não houve mandado de busca e apreensão. Por telefone, a assessoria de imprensa da PF no Rio Grande do Norte confirmou que foi feita uma "entrevista" com ele.


— A priori, não tem nenhum desdobramento (judicial). Ficou nessa visita. Ele colocou isso fora de contexto, está extremamente arrependido — afirma o advogado.


De acordo com Rafael, Victor teve sua conta no Instagram deletada e está sofrendo ameaças.


Bolsonaro começa na terça-feira um giro por diversas cidades do Nordeste. Ele vai passar por cidades de Ceará, Pernambuco e Rio Grande do Norte para entregar obras, parte delas relacionadas com a transposição do Rio São Francisco.

Do Extra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
 
Luzimar Rodrigues