Social Icons

sábado, 19 de março de 2022

Adolescente afirma que foi estuprada por 15 homens após se envolver com membro de facção

 Blog do Alex Ramos

Uma denúncia de briga com faca envolvendo duas pessoas, levou a Polícia Militar de Rondônia a um caso além da informação recebida. Um estupro!

Este caso aconteceu quinta-feira (17), no bairro Val Paraíso, município de Ji-Paraná. Relatos dão conta que policiais chegaram ao local e encontraram dois homens em vias de fato, sendo João P. (35) e Paulo C. (48) No caso, João é tio da adolescente.

O suspeito Paulo C. apresentava lesões na cabeça, causados por um capacete que o tio da garota utilizou para defender a sobrinha. Aos policiais, o tio da adolescente afirma que Paulo frequenta a casa da irmã e teria estuprado a garota. Além disso, o suspeito teria ameaçado todos de morte se caso fosse preso, pois pertence a uma facção criminosa.

Em registros, a mãe da adolescente afirmou que a filha é rebelde e que sai de casa sem o seu consentimento, indo para baladas na cidade. Inclusive, foi em uma dessas festas que ela teria conhecido o suspeito.

Já a adolescente afirmou que conheceu o suspeito em meados de 2021, mas precisamente no mês de outubro. Na época, ela tinha uma desavença com outras garotas, e o suspeito sabendo da situação aproximou-se da vítima afirmando que ninguém mais entraria em atrito com ela, pois ele faz parte da facção criminosa, denominada Comando Vermelho.

A adolescente iludida com a “promessa de defesa” criou vínculo com o suspeito, inclusive frequentava a casa dela. No dia 24 de janeiro, Paulo teria levado a vítima até a casa de um amigo, onde sob ameaças de morte, aconteceu a primeira conjunção carnal, sem o consentimento da vítima.

Passado alguns dias, o suspeito teria forçado a menina a ingerir bebidas alcoólicas e drogas, e devido o estado vulnerário, a vítima foi forçada a manter relação sexual com aproximadamente 15 homens. A adolescente também afirma que o suspeito recebeu cerca de R$ 300,00 pela prática sexual.

Diante os fatos, o suspeito recebeu voz de prisão e foi encaminhado até a delegacia. O caso agora segue em investigação.


Reprodução JH NOTÍCIAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
 
Luzimar Rodrigues