Social Icons

segunda-feira, 13 de março de 2023

Jovem é encontrado morto no povoado São Benedito

 Blog do Alex Ramos

Um jovem identificado como Wenison Almeida dos Santos, de 25 anos, foi encontrado morto por populares, na manhã do último sábado (11), no Povoado São Benedito, entre os municípios de Timbiras e Coroatá.

Segundo a polícia, a vítima estava na companhia do seu amigo reconhecido como Gabriel Vinícius da Silva, 18, e saíram, sem o uso do capacete, da cidade de Coroatá e foram até Timbiras, onde se divertiram e ingeriram bebida alcoólica e na volta para casa houve um acidente, no qual vitimou Wenison. Apesar de estar machucado, Gabriel seguiu viagem sem prestar socorro ao amigo, que recebeu uma forte pancada na cabeça e morreu no local.

De acordo com o investigador de polícia da 4ª Delegacia Regional de Polícia de Codó, Albino Klauberth, ao ser questionado sobre o acidente Gabriel disse que teria deixado Wenison na casa dele e que logo após teria ido para sua casa. No entanto, ao obter informações com populares o investigador descobriu que a história contado por Gabriel não correspondia com os fatos narrados pelos populares.

“Gabriel contou a história de que deixou o Wenison Almeida dos Santos na casa dele e foi pra casa e foi pra casa. Só que as histórias não bateram e aí depois a gente descobriu que no acidente o Wenison Almeida dos Santos foi deixado lá e ele veio embora só de moto até a sua casa. Ele chegou em casa por volta de 1h40, de acordo com familiares, e só foi para o hospital às 6h, e a gente pegando mais informações viu que eles sempre beberam juntos, eram amigos, mas nesse dia infelizmente o amigo se voltou contra, que abandonou o parceiro. A gente fez os procedimentos, apresentou para o delegado e o delegado fez o procedimento do flagrante para o Gabriel pelo fato da omissão de socorro”, revelou o investigador Albino Klauberth.

Gabriel Vinícius, que se encontra atualmente hospitalizado, foi autuado em flagrante e vai responder pelo crime de omissão de socorro.

Do G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
 
Luzimar Rodrigues