Social Icons

quarta-feira, 12 de abril de 2023

No interior do Maranhão, polícia encontra corpo enterrado em quintal de bar usado como desova de cadáveres

 Blog do Alex Ramos 

Na manhã desta quarta-feira (12), a policia civil do Maranhão, por meio da delegacia de Coroatá, com apoio do GPE de Codó, do GPE da SPCI e do núcleo de operações com cães, deflagrou uma operação em Coroatá para cumprir mandados de prisão preventiva contra dois indivíduos envolvidos em uma tentativa de homicídio ocorrida no mês passado, tendo como vítima Carlos Eduardo Ferreira Alvim, vulgo 'Mãozinha', que se encontra hospitalizado.

Na operação, os policiais conseguiram prender João Victor dos Santos Salar, no bairro Novo Areal. Ele foi apresentado na delegacia e depois encaminhado ao presídio. Já o outro envolvido, identificado como Diego Pereira da Silva, vulgo Cão, continua foragido.

Segundo o delegado Rafael Martins, durante as investigações ficou constatado que um dos endereços alvos das buscas, o Bar do Nen, localizado na Rua São José, no bairro Novo Areal, era uma 'boca de fumo' e um local usado para desova de cadáveres. Desta forma, com ajuda do cão farejador K9 Boris, foi encontrado um corpo em avançado estado de decomposição dentro de uma cova rasa. "Corpo este que pode ser de uma das pessoas que estão desaparecidas desde o mês de fevereiro", explicou o delegado.

O IML de Timon e o ICRIM foram acionados para realização dos procedimentos cabíveis quanto a remoção do corpo e sua identificação. Cabe ressaltar que foi o primeiro caso na história da polícia civil do Maranhão que o Cão farejador K9 foi utilizado na localização de cadáver vítima de homicídio.

Fonte: Blog do Alpanir 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
 
Luzimar Rodrigues