Social Icons

sábado, 30 de setembro de 2023

No Maranhão, homem que mandou matar a mulher para ficar com a amante é condenado a 18 anos de prisão

 Blog do Alex Ramos 

Um homem, identificado como José Antônio Costa Silva, conhecido como ‘Zezé’, foi condenado a 18 anos e 8 meses de prisão, pela acusação de ter contratado pistoleiros para matar a própria mulher, Célia Barbosa Costa Silva. O crime aconteceu em 16 de março de 1996, em Açailândia, na Região Tocantina.

O julgamento foi realizado no dia 25 de setembro pelo Tribunal do Júri da 1ª Vara Criminal de Açailândia, sendo presidido pela juíza Selecina Locatelli.

Constou na denúncia que, no dia 16 de março de 1996, José Antônio teria convidado a mulher para passear e, depois, ir para o motel. No caminho, eles foram abordados por três pistoleiros previamente contratados para matar Célia.

De acordo com as investigações, o motivo seria o fato de José Antônio ter um caso amoroso com outra mulher e, para viver com a amante, planejou livrar-se da esposa.

Conforme a denúncia, todo o crime foi planejado uma semana antes. ‘Zezé’ contou com o apoio de Hildo Gonçalves dos Santos, que teve a missão de contatar os pistoleiros.

Os dois teriam entrado em contato com uma terceira pessoa, de nome Ismael, que cobrou R$ 6 mil para fazer o ‘serviço’. Por algumas vezes, os pistoleiros foram à cidade para executar o plano, mas sempre esbarravam em algum entrave. Diante disso, os criminosos chegaram à conclusão de que o próprio ‘Zezé’ poderia facilitar a missão, entregando a esposa para eles, o que acabou ocorrendo.

O corpo de Célia Silva, encontrado somente dias após o delito, estava dentro de um matagal. Ela foi morta com três disparos de escopeta.

O próprio denunciado confessou todo o plano, alegando que, caso desse certo, viveria com a amante.


Do blog do Gilberto Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
 
Luzimar Rodrigues