Social Icons

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2024

Mulher é estrangulada até a morte após negar mostrar mensagens do celular ao marido

 Blog do Alex Ramos 

Uma mulher de 26 anos foi vítima de homicídio por estrangulamento em Araucária, no estado do Paraná, após se recusar a permitir que seu marido desbloqueasse seu celular para verificar mensagens.

O corpo da jovem, identificada como Eduarda Amabile Correia, foi encontrado desacordado em sua residência na segunda-feira (29). Familiares do marido socorreram Eduarda até uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Araucária, mas infelizmente ela não resistiu e veio a falecer.

O companheiro da vítima foi preso em flagrante por feminicídio ainda na segunda-feira. Ele teria confessado o crime às autoridades e permanece detido, conforme informado pela Polícia Civil do Paraná.

O homem alegou que imobilizou a vítima. Sem revelar seu nome, o marido de Eduarda afirmou que desejava ter acesso às mensagens do celular dela, mas ela negou. Diante da recusa, ele a imobilizou e utilizou o reconhecimento facial, pressionando o joelho sobre o pescoço da jovem, resultando no estrangulamento.

As investigações continuam para esclarecer os detalhes do ocorrido. O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). Como o nome do marido não foi divulgado, a reportagem não obteve resposta da defesa para solicitação de posicionamento. O espaço permanece aberto para manifestações.

Família ficou surpresa com o feminicídio

O pai da vítima disse que filha nunca comentou sobre episódios de violência com o marido. Ayton Correia comentou que nunca imaginaria que um episódio como este poderia ocorrer em sua família. “Eu espero justiça, eu quero que ele pague pelo crime que ele cometeu”, disse Ayton à emissora de televisão RICtv.


Fonte: UOL 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
 
Luzimar Rodrigues