Social Icons

sexta-feira, 5 de março de 2021

Prefeitos maranhenses podem entrar na justiça contra governo Dino se não receberem novas doses de vacina contra a Covid-19

 Blog do Alex Ramos

Mais de 150 prefeitos maranhenses se mostraram indignados com recentes declarações do governador Flávio Dino (PCdoB) de que os municípios que não atingirem a cobertura vacinal de até 60%, contra a pandemia da Covid-19, não receberão as novas doses do imunizante distribuído pelo Ministério da Saúde e repassado pelo governo às 217 cidades do estado.


As declarações do governador comunista são contrárias ao que pregam a maioria dos gestores municipais, que alegam estar cumprindo o calendário do Plano Nacional de Imunização (PNI) do governo federal.


Secretários municipais já admitem que caso não sejam enviadas as doses para vacinação em suas cidades, a única alternativa viável será entrar na justiça contestando as afirmativas feitas pelo governador.


O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), prefeito Erlânio Xavier (foto), destacou a necessidade dos municípios receberem novas doses de vacinas contra o novo coronavírus.


Ele ressaltou que o Maranhão já ultrapassou a casa de 5 mil mortes e os 220 mil casos da Covid-19. "Portanto, estamos enfrentando um aumento preocupante do número de casos e ações em conjunto são urgentes para salvar vidas. Vamos seguir trabalhando para conter o avanço da doença no estado", enfatizou o prefeito Erlânio.


Segundo o presidente da Famem, a responsabilidade do governo federal é comprar novas doses de imunizantes, cabendo ao governo estadual distribuir vacinas, por meio do Plano Nacional de Imunização (PNI).


Do blog do Mário Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 
 
Luzimar Rodrigues